Contato

Growth Hacking: o que é?

25/03/2020 #Artigos

Growth Hacking é uma palavra que vem estando na boca do povo de marketing e estratégia faz um bom tempo, e tende a crescer ainda mais. Esse termo foi criado por Sean Ellis, fundador do GrowthHackers, em 2010, a partir de várias análises feitas em empresas de crescimento acelerado.

O que foi descoberto, é simples: as empresas mais bem sucedidas no mercado fugiam do marketing tradicional, tinham equipes prontamente ativas em growth hacking, e as estratégias eram feitas a partir de dados coletados e confirmados.

 

Mas afinal, o que é Growth Hacking?

 

 

 

 

 

 

Growth Hacking, nada mais é, que uma estratégia de marketing guiada por testes e resultados, visando o crescimento da empresa.

 

Segundo o próprio Sean Ellis, o Growth Hacking é marketing orientado a experimentos. Após todos os seus estudos, Sean percebeu que se as empresas não possuem um time voltado para o crescimento rápido da empresa, consultoria nenhuma poderia ajudá-la a crescer.

Formar profissionais especializados na área, que saibam como o consumidor pensa e age, bem como sua jornada de compra, é essencial para que os processos aconteçam de forma eficiente e produtiva.

 

Mitos sobre Growth Hacking

 

Diferente do que muitos pensam, o Growth Hacking não tem muita conexão com a palavra pejorativa hackear. Ela tem referência à facilidade, não à invasão.

Outra interpretação é a mágica que essa estratégia faz. Growth Hacking não é tão fácil quanto parece, e muito menos vai trazer resultados “mágicos”. A soma das diversas ações é o que traz o crescimento, não uma tentativa aleatória.

 

O Funil de Growth Hacking

 

No marketing, temos o conhecido funil de vendas, uma ferramenta que colabora na estruturação da jornada de compra do consumidor. O funil de vendas normalmente é  constituído de topo, meio e fundo, com quatro fases no total:

 

1. Aprendizado e descoberta

2. Reconhecimento do Problema

3. Consideração da solução

4. Decisão de compra

 

Nessa mesma linha, o Growth Hacking também possui um funil de vendas, criado por Dave McClure, possui o nome “Funil do Pirata”. Esse funil possui 5 estágios:

 

1. Aquisição

2. Ativação

3. Retenção

4. Receita

5. Indicações


 

Conseguiu tirar suas dúvidas? Espero que sim! Aproveite, já que está aqui, e leia nosso artigo sobre criatividade ao empreender!


 

Deixe seu comentário

Novidades Relacionadas

Ver mais

Horário de atendimento: 8h00 às 12h e das 13h às 17h30

Onde estamos: Av. Rio Branco 387, 5º andar | Centro CEP 88015-201 | Florianópolis/SC

Todos os direitos reservados. FAMPESC 2016.

Por NacionalVOX