Contato

Superintendente do Sebrae/SC visita a 48ª Pronegócio

18/01/2019 #Eventos

Empossado na última semana, o Superintendente do Sebrae/SC, Carlos Henrique Ramos da Fonseca, visitou a 48ª Pronegócio na quarta-feira, 16 de janeiro. Ele estava acompanhado pelo diretor administrativo e financeiro da entidade, Anacleto Ortigara, pelo diretor técnico do Sebrae/SC, Luciano Pinheiro, pelo coordenador do Sebrae da Foz do Itajaí, Sérgio Cardoso e pelo técnico das atividades do Sebrae/SC em Brusque, Alcides Sgrott Filho. Na oportunidade Foncesa conheceu a estrutura da Pronegócio, conversou com clientes e recebeu do presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge, uma placa de agradecimento pela visita e pela parceria.

“Aqui em Brusque tive a grata surpresa de conhecer a Pronegócio. São mais de 200 fabricantes e 800 compradores em um modelo de negócio que facilita a logística e a comercialização. Tive a oportunidade de conversar com alguns clientes e eles estão bastante satisfeitos. É, com certeza, um evento de sucesso, do qual o Sebrae/SC espera continuar parceiro”, avalia Carlos Henrique Ramos da Fonseca

Segundo ele, uma pesquisa realizada pela entidade no Estado, demonstra que a cada 10 empresários, sete se mantém otimistas com relação à economia deste ano, um índice muito superior ao registrado em 2018. “Isso demonstra a confiança do empresário e, também, a confiança do consumidor, que é fundamental. O consumidor está perdendo o medo de comprar. Antes, diante da possibilidade do desemprego, havia o medo de adquirir produtos e de se comprometer financeiramente. Agora, com este novo cenário, acredito que 2019 será um ano promissor”, detalha o Superintendente do Sebrae/SC.

 

Prioridades

Contribuir no processo de internacionalização das empresas é uma das bandeiras defendidas pela nova gestão do Sebrae em Santa Catarina. Para Fonseca, as empresas do Estado têm qualificação e competência para vivenciar este processo. “Incentivamos esta participação internacional, não apenas pela importância de ampliar o mercado, mas também porque negociar em um cenário mais exigente traz competitividade interna”, pontua.

Outra prioridade é o incentivo ao investimento em tecnologia para que as empresas melhorem seus processos e produtos para agregar valor as suas ofertas e, por consequência, apresentar melhor desempenho no mercado nacional e internacional.

“Nosso compromisso é de fortalecer o empreendedorismo e o desafio é trazer para a formalidade quem ainda trabalha de modo informal. Nós acreditamos também que os empregos formais estão diminuindo e que a nova formação de empregos acontece através dos Micros Empreendedores Individuais (MEIs). Por isso é necessário oferecer suporte aos novos empreendedores, de modo que se consiga reduzir o número de mortalidade de negócios em Santa Catarina”, observa Fonseca.

Por fim, outra linha de atuação que converge com este mesmo compromisso de fomentar a cultura empreendedora é a parceria mantida pelo Sebrae com algumas prefeituras do Estado, que oferece conhecimento sobre a vida e a carreira empresarial nas escolas.

 

Ambição

O diretor administrativo e financeiro do Sebrae/SC, Anacleto Ortigara, também elogiou a organização da Pronegócio. “Acompanho o evento desde as primeiras edições e é um motivo de satisfação ver a complexidade que existe, sendo executada de maneira simples. A AmpeBr, através de sua diretoria, merece a nossa homenagem. A Pronegócio dá certo porque é feita por pessoas sérias, competentes, comprometidas e que evoluem de forma permanente. E o Sebrae neste contexto, compõe a parceria exitosa”, destaca.

Já o diretor técnico do Sebrae/SC, Luciano Pinheiro, afirma que sempre ouviu elogios feitos à Pronegócio e que nesta quarta-feira teve a oportunidade de conhecer detalhadamente o projeto. “Posso destacar a pujança e a inteligência com a qual a Pronegócio foi construída ao longo do tempo. O evento, com certeza, está alinhado com o pensar da nova diretoria do Sebrae/SC, que reconhece as parcerias exitosas e que está disposta, cada vez mais, a contribuir na profissionalização do setor para multiplicar os resultados”, ressalta Pinheiro.

De acordo com o diretor técnico, 2019 representa um tempo de retorno aos sonhos ambiciosos. “Nossos empresários se acostumaram a ser pequenos e a tentar sobreviver. A situação nos fez assim. Mas a palavra mais importante para o nosso negócio é ambição. Nós precisamos fazer com que o micro empreendedor individual queira ser uma pequena empresa. Que o pequeno empresário queira ser médio empresário. E que o médio empreendedor tenha a ambição de ser grande. Mas, acima de tudo, esperamos que todos tenham o orgulho de ser empreendedores”, pontua.

 

Deixe seu comentário

Novidades Relacionadas

Ver mais

Horário de atendimento: 8h00 às 12h e das 13h às 17h30

Onde estamos: Av. Rio Branco 387, 5º andar | Centro CEP 88015-201 | Florianópolis/SC

Todos os direitos reservados. FAMPESC 2016.

Por NacionalVOX